Formular questões cujas suas respostas cumpram com os objectivos, no fundo levará à clarificação do quê , do porquê e do como será feito o modelo.

 

 

 

Conduzirão  assim a uma  metodologia que consistirá no conjunto de procedimentos a ter  para a formação dessas comunidades e ,

 esse conjunto de procedimentos será, o MODELO ou seja a metodologia para o desenvolvimento de outras comunidades. 

Assim as respostas a essas questões levarão ao modelo. No final da pagina será exemplificado como devera se proceder para o formular.

 

​​​​​

Deve-se ainda verificar se todos os objetivos serão cumpridos ao se responderem ás questões.

Assim são sugeridas de seguida, as questões que se deverão colocar e responder.

Estas questões também foram inseridos no FORUM (clique para ir) para permitir o sua discussão e desenvolvimento e colocar outras. 

365-images (8).png

Ter contudo sempre em atenção que deve-se SEMPRE em primeiro lugar , para cada comunidade , buscar e seguir as orientações do Espírito Santo e se mover sempre que possível por Ele e pela palavra de Deus.

Assim as decisões a serem tomadas deverão ser feitas sobre a sua consulta , busca de direcionamento e alinhamento por Ele

A ainda agir e proceder  em tudo de acordo Palavra de Deus e num máximo consenso entre todos .

As QUESTÕES e sua IMPORTÂNCIA

A VOLTA DE JESUS , TEMPOS FINAIS
412-pictures-of-jesus-baptism-holy-spirit - Cópia_edited.jpg

Questões relativas às comunidades

1 - Quanto a iniciar uma nova comunidade:

Como reunir novos membros de modo a iniciar uma nova comunidade de forma pratica replicando assim um modelo de formação geral, sabendo que quantos mais se proporem a isso, mais recursos haverá. ( usando a internet por exemplo)

 

​2 - Quanto à metodologia:

Como fazer a programação para a sua formação? Existencia de periodos experimental?

Deverá ser feita por fases? Quais as decisões a serem tomadas em cada uma delas?

Quem envolverá?

 

3- Quanto as necessidades e assegurar sua manutenção.

Quais as necessidades de cada comunidade e de cada membro, como as poder satisfazer, e quais as reservas a fazer? (fazer orçamentos)

Como fazer a sua gestão, monitorização e manutenção? (gestão de informação)

Quando fazer a venda dos bens individuais e, que critérios a usar para compra dos bens em comum? (Decisão comunitária a ser tomada)

Quais os critérios usados para a distribuição dos recursos existentes e destino a dar aos excedentes como proceder no caso de escassez. (decisão comunitária a ser tomada.)

 

4 - Quanto á distribuição dos membros nas comunidades

Como as alocar os membros nas casas a vir a adquirir? E como os agrupar por de diferentes géneros de pessoas? (Dividir por faixa de idades, não separar famílias ou juntar por sexo por exemplo). (decisão comunitárias a serem tomada para planear…)

Em que localizações e distanciamentos deverão ser adquiridos os imóveis

Tanto nas suas fases iniciais, assim como posteriores, visto que os discípulos não vivem em residências fixamente. (Tem que manter a receptividade de mudança e a disponibilidade para se movimentarem).

 

5 – Quanto à regulamentação

Definição das regras internas a adoptar.

 

6 – Quanto à programação da vida comunitária.

Programar a vida comunitária comum de grupos e individuais: Horários, serviços, reuniões, responsabilidades e atividades a realizar dentro e fora.

Definir ainda e programar suas missões individuais, de grupo e comunitárias.

 

7 –Quanto a inserção de novos membros e acolhimento de itinerantes.

Qual a preparação a fazer,  as condições de ingresso e permanência nas comunidades de novos membros.

Como acolher os novos membros, discípulos itinerantes e outros. Haverá necessidade de fase experimental de adaptação?

 

8 – Quanto à sua flexibilidade:

Como podem ser ampliadas, fundidas ou extintas de forma rápida e eficaz para uma maior fluidez de membros. Tendo em conta que uma comunidade deve de ser vista como um organismo vivo em movimento e não uma instituição fechada , permanente ou fixa, pois os cristãos estão de passagem e em movimento neste mundo.

9- Quanto ao garantir apoios dados aos discípulos.

Como proporcionar meios para que os membros se possam movimentar livremente pelo Espírito Santo sem haver impedimentos a Ele. Proporcionando a liberdade aos seus membros, e o acolhimento e hospedagem a quem precisar, assim como a disponibilização dos bens e recursos necessários existentes em qualquer momento e em qualquer comunidade.

 

Questões relativas ao discipulado

​​

10 - Quanto ao plano do discipulado:

Como fazer e por quem o plano de intenções e caminhos a propor para o discipulado de cada um e como o implementar e o ensinar.

Que Modelos de discipulado cristão em comunidade a ser implementado e que dinâmicas a desenvolver?

​         Recorrer à formação de equipas? Que ministérios existentes disponíveis a recorrer?

 Quais as mentores e ministérios a designar?

Como o programar ? (Questão mais complexa de responder.)

Que processos , prepração e meios para integração de futuros membros?

 

11  - Quanto ao ensino e direcionamento :

Como disponibilizar o acesso a informação, a ensinos e a direcionamentos corretos?

Questões relativas à Cooperação e União

12 - Quanto a conectar, funcionamento e apoio entre as comunidades:

Como garantir a interligação, a partilha e conexão entre as comunidades existentes, de modo a se manterem semelhantes nos seus princípios básicos para as mante-las unidas num único movimento.

 

13 - Quanto aos recursos entre comunidades e outros:

Que canais de comunicação e partilhas para disponibilizar entre si os recursos e informação, se apoiarem entre si e garantir suas necessidades matérias e espirituais?

Definir regras gerais de partilha, como manter a informação de disponibilidade e de necessidades sempre actualizadas.

 

14 - Quanto ao levar e a manter a união entre as comunidades:

Como conectar, dinamizar, e edificar as comunidades entre si de modo a terem um único entendimento, a manter a unidade entre si e as levar ao governo do Espírito Santo, cumprindo as características comuns vistas atrás. E assim atingir os objectivos da sua formação.

A simplificação e o consenso serão essenciais para o sucesso.

 

​15 - Quanto à comunicação e doutrina:

Como usar os meios de comunicação existentes, e como definir e manter uma doutrina comum aceite por todos.

 

16 - Quanto a mobilidade:

Como permitir a migração de umas comunidades para as outras e apoiarem os discípulos nas suas itinerâncias.

 

17 - Quanto à dinamização com as igrejas e outros:

Como conectar e dinamizar as comunidades com as várias igrejas e ministérios existentes, e fazer participar nelas , assim como com as realidades exteriores de modo as vir a integrar e as levar a confluir para um único movimento,  que conduza a unidade e ao governo do Espirito Santo.

 

18- Quanto ao fluir dos ministérios do Espírito Santo:

Como por em prática os vários ministérios do Espírito Santo, e  as lideranças se necessárias, entre as várias comunidades e com as várias igrejas e ministérios.

O que obriga a uma conexão e apoio muito forte entre si para  não impedirem a acção do Espírito Santo.

Questões relativas à Informação

 

19 - Como fazer a manutenção e monitorização da informação relevante de cada elemento e como manter em segurança assim como dos recursos existentes. Que informação a divulgar e partilhar?

 

20 - Quais as plataformas digitais e de comunicação mais adequadas para a sua implementação na prática.

 

 

 

Outras questões

21 - Existência de exceções?

Como por exemplo idosos debilitados ou incapacitados por exemplo? Que critérios e procedimentos a ter?

 

22 - Como e quando buscar e proceder baseado nas orientações da Palavra de Deus e do Espírito Santo:

 

       Os detalhamentos necessários destas questões levarão a respostas que se podem tornar complexas e que  tal se deverá  ser evitado sempre que possível para  manter a sua simplicidade, flexibilidade, consensualidade, assim como priorizar a busca e direcionamento de Deus. Que evitem respostas mecanizadas e entraves ao fluir do Espírito Santo.

362-images (5).png
437-transferir (13) - Cópia.png
411-pictures-jesus-samarithan-woman.png
379-images%20(22)_edited.jpg
438-transferir (14) - Cópia.png

Questões necessárias responder, para cada objectivo?

Deve-se confirmar que para cada objetivo , as questões numeradas em baixo e as respostas dadas a elas, são o suficiente para que esse objectivo seja cumprido.

Obectivo 1 – A resposta a todas as questões de 1 a 22, levam a se atingirem este objectivo.

Obectivo 2 – As repostas às 1uestões 6, 7, 9  12 e 18 levam a se atingir o objectivo 2.

Obectivo 3 – As respostas às questões 6, 7, 9 ,12 a 18 levam a se cumprir o objectivo 3

Obectivo 4  - As respostas às questões  6 , 9 ,10 , 11 levam a se cumprir o objectivo 4.

Obectivo 5  - As respostas às questões  12 a 15 levam a se cumprir o objectivo 5.

Obectivo 6 - As respostas às questões  12 , 14 a 17 levam a se cumprir o objectivo 6.

Obectivo 7  - As respostas às questões  6, 7, 9 , 14 ,16 e 17 levam a se cumprir o objectivo 7.

Obectivo 8 - As respostas às questões  6 e 14 a 17 levam a se cumprir o objectivo 8.

Obectivo 9 - As respostas às questões  6, 7 , 9 , 10 e 17 levam a se cumprir o objectivo 9

Obectivo 10 - As respostas às questões  6, 9 , 10, 12, 13 ,14 e 17 levam a se cumprir o objectivo 10.

                                                            Ir para O MODELO